Equipamentos

O que considerar quando escolher equipamentos de topografia para locação?

Escrito por CPE Tecnologia

Para não desperdiçar tempo em suas visitas técnicas, um topógrafo sempre deve estar preparado com os instrumentos adequados para a execução do trabalho. Ao escolher equipamentos de topografia para alugar, é preciso considerar as particularidades do local e o tipo de medição que será realizada.

Assim como não é recomendável apertar um parafuso com um martelo, as ferramentas da topografia também são projetadas para atender às demandas específicas. Ir para o campo com todas elas é algo que pode ficar caro. Por outro lado, deixar algo importante para trás é um problema que atrasa e dificulta a realização do serviço.

Neste artigo, falaremos sobre o que deve ser considerado na hora de escolher equipamentos de topografia para alugar e a importância de sair sempre com as ferramentas certas. Confira!

Quais são os equipamentos topográficos mais utilizados em projetos?

O tipo de equipamento que precisa ser levado ao campo depende muito do serviço que será realizado pelo topógrafo. Para nivelamentos ou transporte de cotas, um dos instrumentos recomendáveis é o nível, uma ferramenta de custo baixo, operação simples e muita utilidade.

O nível pode ser manual ou automático, sendo o segundo mais avançado e mais indicado na maior parte dos casos.

Para projetos em que são necessárias medidas com precisões milimétricas os ângulos e distâncias devem ser precisas, sendo a estação total muito utilizada.

A estação total é um dos equipamentos mais utilizados na topografia e pode ser considerada uma evolução direta dos instrumentos de medida de ângulos e distâncias.

Os modelos mais avançados de estação total podem, inclusive, automatizar parte do trabalho do topógrafo, facilitando o armazenamento de dados e a realização de alguns cálculos.

Para o desempenho de trabalhos em áreas grandes, quando a precisão pode ser centimétrica e os resultados precisam ser obtidos com certa agilidade, é possível utilizar receptores GNSS – RTK, que se utilizam o posicionamento geográfico por satélite para calcular posições e distâncias em tempo real.

Dependendo da área que será estudada, pode ser interessante a utilização de outros recursos como drones, laser scanner e ecobatímetro.

Como escolher equipamentos de topografia para alugar?

Para escolha do melhor equipamento, deve-se levar em conta a precisão desejada e o tipo de trabalho que será executado. Para definir isso, o profissional pode valer-se de premissas sobre a área que será estudada, as demandas exigidas pelo cliente e, claro, sua experiência na profissão.

É sempre recomendável conhecer a região em que o levantamento será feito para escolher o melhor equipamento a se utilizar e quais acessórios serão necessários para realização do trabalho.

Mesmo quando já existem mapas e outras referências, a realidade do serviço pode ser surpreendente. E se um dia de trabalho é frustrado pela ausência de uma ferramenta que seria essencial, a logística de voltar em outra data pode sair cara para o profissional.

Para não errar na escolha dos equipamentos utilizados no trabalho, é interessante sempre avaliar três aspectos principais: o tipo de trabalho, o local e a precisão necessária para o serviço.

O tipo de trabalho é um critério a ser avaliado, pois cada serviço da topografia demanda ferramentas especializadas, e é impossível cumprir com o objetivo sem o equipamento certo em mãos.

O local é importante para a decisão do equipamento. Locais fechados ou abertos, áreas com mata fechada são exemplos que interferem na escolha do equipamento, assim como na precificação do serviço.

Por fim, é preciso considerar, também, o nível de precisão exigido pelo projeto. É com essa informação que será possível definir se a ferramenta certa será um nível ou uma estação total ou se uma combinação de drones e GNSS será mais eficaz para mapear a região.

Em alguns casos, uma combinação das exigências do cliente, das características do local e da precisão do projeto pode demandar que o profissional leve muitos equipamentos para o campo. Em outros cenários, pode ser possível resolver o serviço com relativamente poucos itens.

Quando vale a pena comprar um equipamento?

Um profissional não precisa ter todos esses equipamentos no escritório para ser capaz de realizar o serviço. Muitas vezes, vale mais a pena alugar a ferramenta para cada trabalho e ter apenas aquilo que é utilizado com regularidade no cotidiano.

Para saber se vale a pena alugar ou comprar um equipamento, a dica é avaliar o custo total de aquisição e o retorno sobre investimento da ferramenta.

O custo total de aquisição de um equipamento é a soma de todos os gastos que ele terá ao longo de sua vida útil, incluindo manutenções, riscos de quebra e outras despesas. Já o retorno sobre o investimento está relacionado ao valor que essa compra gera ao profissional.

Um equipamento que é utilizado constantemente terá um retorno maior que outras ferramentas que só são empregadas esporadicamente. Portanto, se faz parte da rotina realizar levantamentos com drones e GNSS, pode ser interessante investir na aquisição, desde que esse retorno seja maior que o custo total de aquisição.

Mas mesmo alguns itens que fazem parte da rotina dos profissionais de topografia podem ser alugados, como modelos mais avançados de estação total, que podem ter um investimento muito alto na compra, mas trazem um retorno excelente em determinados tipos de trabalho e não devem ser dispensados.

A recomendação é que, sempre antes de realizar um trabalho, na hora do planejamento, o profissional elenque os equipamentos que são necessários para executar o serviço com eficiência.

Os que ele não tem podem ser comprados ou adquiridos, de acordo com os critérios sugeridos acima. O mais importante é não deixar de cumprir com os requerimentos do cliente e entregar um serviço de qualidade, de acordo com o que foi combinado.

Já sabe como escolher equipamentos de topografia para alugar? Aproveite, então, para entrar em contato com a CPE tecnologia para obter as ferramentas certas para o serviço!

Sobre o autor

CPE Tecnologia

Deixar comentário.

Share This