Atualidades

LiDAR x fotogrametria: o que é mais preciso?

Escaneamento a laser
Escrito por CPE Tecnologia

Confira a melhor opção para o seu projeto.

O que é LiDAR?

LiDAR é a abreviatura de ‘Light Detection and Ranging’, sendo uma técnica de sensoriamento remoto óptico que utiliza raios laser para mapear uma superfície da terra, produzindo medições x, y e z precisamente. Os sensores lidar funcionam emitindo pulsos de luz, medindo o tempo que leva para refletir de volta ao solo, junto com a intensidade do objeto que é refletido.

Apesar de existir há algumas décadas, foi apenas nos últimos anos que a tecnologia se tornou compacta o suficiente para ser acoplada a um sistema de ARP (Aeronave Remotamente Pilotada).

Imagem: Nuvem de pontos do escaneamento a laser

O que é Aerofotogrametria?

A Fotogrametria é a técnica de obter informações confiáveis sobre objetos e do meio ambiente com o uso de processos de registro, medições e interpretações das imagens fotográficas. A fotogrametria pode ser usada nos estudos e nas explorações do espaço.

O objetivo dessa atividade é realizar a reconstrução de um espaço tridimensional, a partir de um conjunto de imagens bidimensionais, onde com essas imagens pode-se reduzir o trabalho de campo no levantamento de coordenadas de um ou vários objetos e o tempo de obtenção de tais dados.

LiDAR x fotogrametria: o que é mais preciso?

O sistema LIDAR tende a representar a topologia do terreno de forma mais detalhada e, consequentemente, com maior precisão em comparação com a fotogrametria. Isso porque, mesmo em área com uma vegetação densa, é possível obter nuvem de pontos do solo. Além disso, não há necessidade de implantação de pontos de controle, e é possível mapear em ambiente com pouca luminosidade ou ausência total de luz, o que não se consegue utilizando a fotogrametria.

O fato não significa que a fotogrametria seja imprecisa. Se o seu terreno é relativamente simples e livre de vegetação densa, pode-se obter modelos e nuvem de pontos precisas e com grandes detalhes, deste que se coloque pontos de controle na área a ser mapeada.

O que deve ser considerado ao realizar a escolha pelo LIDAR?

Deve-se fazer a seguinte pergunta: Qual a precisão necessária para o projeto? Para que as características do LiDAR, do sistema Inercial (IMU) e do sistema GNSS sejam analisadas.

A integração do LiDAR com o sistema GNSS e o sistema inercial (IMU) garantem uma precisão no MDT (Modelo Digital do Terreno) final em termos horizontal e vertical.

O Laser miniVUX-1UAV e miniVUX-2UAV, apresentam 5 retornos. Isso significa que para cada pulso de laser emitido pelo laser, é possível o retorno de até 5 alvos distintos, característica importante para a realização de levantamentos em áreas com vegetação densa.

Além das características citadas acima, com o sistema LIDAR, não há necessidade de implantar pontos de controle na área a ser mapeada, diferentemente do levantamento aerofotogramétrico convencional.

Assista o vídeo abaixo onde utilizamos a tecnologia LiDAR com o miniVUX. Nele é possível identificar a diferença de aplicação dos produtos empregando o miniVUX em uma área de vegetação e da fotogrametria através do drone Phanton 4 Pro. Com a utilização do LiDAR se obtém um detalhamento mais preciso.

Surpreenda-se com uma experiência em atendimento e variedade de equipamentos para você e sua empresa!

Entre em contato conosco: (31) 97360-3365 | 0800 601 10 89

CPE Tecnologia: não medimos esforços para você medir o Brasil!

Sobre o autor

CPE Tecnologia

Deixar comentário.

Share This