Equipamentos

Como definir a melhor tecnologia a ser usada no seu projeto topográfico?

Escrito por CPE Tecnologia

Existem diversas variáveis que devem ser consideradas na hora de escolher os equipamentos certos para um levantamento topográfico. Dependendo do escopo do trabalho, do tipo de terreno e do perfil do cliente, pode ser preciso recorrer a diferentes tecnologias para atingir um resultado ideal.

Com a evolução dos equipamentos da área, os projetos topográficos estão cada vez mais precisos e eficazes. Neste artigo, vamos explicar melhor alguns dos principais instrumentos topográficos e quais são as tecnologias mais inovadoras para o setor. Confira!

Quais as principais tecnologias utilizadas na topografia?

O desenvolvimento da topografia está diretamente relacionado à evolução tecnológica dos equipamentos e softwares utilizados. Com instrumentos e softwares mais modernos, a técnica de mensurar as características de um terreno se tornou mais precisa e eficiente, assim como as representações gráficas dos levantamentos topográficos.

É difícil dizer quando surgiram os primeiros instrumentos topográficos, mas, em 2600 AC, os egípcios já utilizavam ferramentas rudimentares — como o prumo por pêndulo, que era uma simples pedra amarrada em um objeto pesado.

Hoje, é possível fazer levantamentos com varreduras a laser, drones, GPS e, claro, a popular Estação Total. Conheça alguns desses instrumentos adiante.

Estação Total

Estação Total é um dos principais instrumentos topográficos atuais, combinando as capacidades de um teodolito eletrônico digital com um distanciômetro eletrônico.

Esse tipo de ferramenta está presente em praticamente todo tipo de projeto topográfico atual. O estação total não só mede ângulos e distâncias em um terreno, mas também é capaz de armazenar os dados e realizar cálculos importantes ainda em campo.

GPS/GNSS

Receptores GNSS são fundamentais para a topografia moderna. Com eles, é possível conhecer uma posição precisa do local que está sendo estudado, com base no posicionamento por satélites.

A sigla GNSS é uma abreviação de Global Navigation Satellite System, ou Sistema de Navegação Global por Satélite, termo que engloba todo tipo de sistema de posicionamento por satélites, incluindo os sistemas GPS (Americano), Glonass (Russo) e Beidou/Compass (Chinês). 

Nível topográfico ou nível ótico

Utilizado em combinação com uma mira topográfica, o Nível Ótico é uma ferramenta que mede desníveis e variações de relevo. O Estação Total é até capaz de realizar algumas dessas mensurações, mas, na prática, o Nível Ótico será mais preciso e alcançará melhores resultados.

Laser Scanner

O Laser Scanner é um equipamento que permite medir milhares de pontos por segundo.

Este tipo de equipamento é adequado para áreas extensas de movimentação de terra, como mineração, construção de barragem e construção de túnel. Seu alcance do laser pode chegar até 6 mil metros. 

Drones (VANTs)

Os drones, também chamados de Aeronaves Remotamente Pilotada, ou RPAs equipamentos versáteis que permitem a coleta de informações georreferenciadas por meio da fotogrametria, que é a técnica de análise do terreno por imagens aéreas.

Ecobatímetro

Enquanto os demais equipamentos são muito utilizados para medições no solo, o ecobatímetro é um aparelho que utiliza pulsos sonoros para medir a profundidade do leito de um rio, lagoa ou mar.

Porque investir em tecnologia de instrumentos topográficos?

Nos últimos 20 anos, as tecnologias e técnicas da topografia tiveram um avanço muito grande. Com isso, surgiram novas possibilidades e tipos de medições, o que mudou a forma com que o trabalho é realizado.

Com equipamentos de ponta, um topógrafo consegue realizar o levantamento de uma área sem precisar se deslocar tanto e com muito mais velocidade e precisão que as ferramentas das décadas anteriores permitiam.

Além disso, não é preciso levar tantos instrumentos topográficos para o campo, o que é facilita o transporte e a execução do trabalho.

Como escolher os melhores instrumentos topográficos?

A escolha do melhor instrumento topográfico está diretamente relacionada ao escopo do trabalho que será realizado. Na maior parte dos serviços prestados, ferramentas versáteis, como o Estação Total e algum tipo de GNSS estarão sempre presentes. 

Como a topografia é um trabalho de alta precisão, a qualidade dessas ferramentas é o ponto mais importante a ser avaliado. A eficiência do trabalho do topógrafo está diretamente relacionada com os instrumentos que ele utiliza, portanto, quem almeja ser o melhor da área precisa se equipar com o melhor.

Também vale a pena avaliar a reputação e o atendimento pós-vendas do fornecedor desses equipamentos, já que são ferramentas caras que podem precisar de reposição. E claro, preço e formas de pagamento também precisam ser considerados nessa escolha, pois a compra precisa caber no bolso do topógrafo.

E agora que você já conhece um pouco das tecnologias e instrumentos topográficos utilizados nessa área, que tal conversar com a gente e descobrir quais são os produtos certos para você? Esperamos seu contato!

Sobre o autor

CPE Tecnologia

1 comentário

  • A 20 anos atrás quando iniciei na topografia, vi que a mentalidade no Brasil é que a topografia é apenas custo. Enquanto que no exterior até em lugares mais “atrasados” que o Brasil ela é a principal ferramenta de controle de qualquer tipo de obra. Fizemos diversos avanços nestes anos. Mas vejo que andamos pouco com relação a este tipo de pensamento da gerência de obra em relação ao setor. Espero que avancemos neste quesito.

Deixar comentário.

Share This