Seu negócio

5 informações que você precisa ter antes de abrir uma empresa de topografia

Escrito por CPE Tecnologia

Ser dono do próprio negócio é o sonho de um grande número de brasileiros. Porém, abrir uma empresa não é tão fácil quanto parece. É necessário muito estudo e planejamento antes de tirar a ideia do papel. 

Se você está pensando em abrir uma empresa de topografia, por exemplo, alguns conhecimentos serão imprescindíveis para seu sucesso. Conhecer as melhores práticas de gestão, ser capaz de identificar seu público-alvo e analisar o mercado de atuação serão atividades primordiais.

Além disso, não podemos deixar de mencionar a burocracia e as altas taxas tributárias para conseguir autorizações e toda a documentação necessária para a legalização da empresa e, consequentemente, o seu funcionamento. 

Interessou-se pelo assunto? Então, continue a leitura deste artigo e veja cinco informações que você precisa ter antes de abrir uma empresa de topografia!

1. Conheça a fundo o seu mercado de atuação

Conhecer a fundo o mercado de atuação é importantíssimo, principalmente para averiguar a viabilidade de sua ideia e se certificar de que ela é adequada para esse ramo e para a região em que você pretende investir. 

É preciso analisar uma série de fatores antes de tirar a ideia do papel, como clima, cultura local e demanda de mercado. No caso de uma empresa de topografia, podemos acrescentar as principais demandas de uma determinada religião e a sazonalidade do mercado.

Em termos de sazonalidade, deve-se avaliar em quais períodos do mês ou do ano a busca por seus serviços é maior. Em períodos de chuva, por exemplo, serviços de topografia não são muito requeridos, por conta da extrema influência que têm sobre as atividades. 

É preciso ter esse tipo de conhecimento antes de abrir uma empresa. Essa será a única maneira de calcular o retorno sobre o investimento (ROI) e planejar o crescimento do negócio. Além disso, a quantidade e a qualidade dos fornecedores, que terão influência direta na prestação dos seus serviços, também devem ser avaliadas. 

CPE Tecnologia

2. Invista em um planejamento bem estruturado

Sem um planejamento bem estruturado, não será possível abrir uma empresa que perdure e alcance os objetivos determinados pelo empreendedor. O planejamento é utilizado, dentre outras coisas, para definir o melhor caminho a ser seguido para alcançar as metas traçadas, identificando o tempo necessário para isso, além de quais recursos e quantidade de dinheiro serão necessários. 

Uma maneira interessante de garantir a eficiência de um processo de planejamento se dá pela realização de um plano de negócios. Esse documento é capaz de guiar o empreendedor, ajudando-o a identificar os principais erros que podem acontecer e fornecendo informações detalhadas sobre o mercado, os clientes e os fornecedores, dentre outras coisas. 

Em termos de planejamento, é importante lembrar-se do aspecto financeiro. Logo, é fundamental fazer uma previsão dos gastos, principalmente a médio e longo prazos. Não se esqueça de levar em consideração gastos com impostos, alvarás, taxas e outras despesas. É preciso lembrar que, no Brasil, um grande número de empresas encerra suas atividades antes de completar o segundo ano de vida. 

3. Levante um capital

Levantar um capital é fundamental para conseguir abrir uma empresa, pois essa quantia financeira será utilizada como capital de giro. É importante ressaltar que esse recurso será fundamental para garantir que o negócio se mantenha em funcionamento e que todas as contas sejam pagas, garantindo que imprevistos não atrapalhem o curso natural de crescimento do empreendimento.

Existem algumas maneiras para angariar esse montante. Algumas pessoas vendem algum bem, como imóvel ou carro, ou contratam um empréstimo, mas essas não são as melhores opções.

Outras pessoas preferem utilizar uma sobra de suas finanças pessoais, aplicando-as na empresa. Caso essa opção não seja viável, procure por empréstimos com baixas taxas de juros ou que tenham linhas de crédito específicas para empresas.

4. Conheça todas as documentações e licenças necessárias

Existe uma série de documentos necessários para abrir uma empresa. Além do CNPJ e do alvará de funcionamento, é preciso reunir algumas licenças para que o negócio possa entrar em funcionamento. 

A relação de documentos varia conforme o tipo de empresa e o mercado de atuação, existindo documentos específicos para cada negócio. Obviamente, a emissão desses documentos e licenças está ligada ao pagamento de taxas e impostos. 

A melhor maneira de evitar problemas com a fiscalização é seguir um passo a passo, analisando aspectos referentes ao zoneamento, à planta do imóvel, ao contrato de locação, às inscrições municipais e estaduais, ao laudo do Corpo de Bombeiros e a algumas licenças específicas. Veja mais:

  • zoneamento — é preciso fazer uma análise de viabilidade na Prefeitura, certificando que a atividade em questão é permitida no local em que você deseja operar seu negócio;

  • planta do imóvel — necessária para a solicitação do alvará de funcionamento;

  • contrato de locação — o contrato deve especificar o prazo de locação, que normalmente é de cinco anos. Esse documento é essencial para abrir uma empresa;

  • inscrições municipais e estaduais — dependendo do tipo de atividade a ser realizada, é preciso contar com uma dessas inscrições ou as duas. Para se certificar, confira essa informação junto à Prefeitura;

  • laudo do Corpo de Bombeiros — documento obrigatório. Se você não o tiver, pode ser a causa para o fechamento do negócio. Para obtê-lo, é preciso fazer uma solicitação de vistoria;

  • licenças específicas — cada tipo de negócio exige algumas licenças específicas, como da Anvisa ou de algum órgão de classe. 

Quem está pensando em abrir uma empresa pode sanar as principais dúvidas sobre o assunto com o Sebrae ou com a prefeitura do município. Assim, será possível obter maiores informações sobre o processo e sobre a documentação necessária para tal.

5. Diferencie os bens da empresa e os bens pessoais

Outra informação fundamental para quem deseja abrir uma empresa é saber diferenciar os bens da empresa e os bens pessoais. Além disso, também é importante separar as finanças empresariais das finanças pessoais. 

No caso dos bens, a separação deve ser feita para que a empresa não comece a funcionar com equipamentos seus. Os investimentos a serem realizados devem ser utilizados para todo o processo burocrático e também para a compra de todo o maquinário necessário. 

Assim, utilizar notebook e impressora pessoal em sua empresa pode não ser uma boa ideia. Empresas costumam ter sócios e esse costume pode não ser benéfico. Caso algum sócio deixe de participar nos negócios, por exemplo, podem ocorrer alguns problemas com os bens pessoais que estiverem “emprestados” para a empresa. Pense nisso!

Como destacamos ao longo deste texto, é preciso muito preparo e dedicação para conseguir abrir uma empresa. Invista em seus conhecimentos e habilidades, preste atenção nos pontos que destacamos e dê o primeiro passo para realizar o seu sonho.

E aí, gostou do nosso artigo? O que achou das informações para abrir uma empresa que destacamos? Foram válidas? Então, que tal compartilhar este artigo em suas redes sociais e ajudar seus amigos que precisam de informações como essas?

Sobre o autor

CPE Tecnologia

Deixar comentário.

Share This